COMER – ESTUDAR – DORMIR

Os exames estão à porta, por isso aqui ficam algumas sugestões para optimizar o estudo.  

Organiza-te !

Define metas diárias, semanais e mensais. Assim poderás conseguir perceber se estás no bom caminho, ou se depois te vai falar tempo para rever a matéria toda e ainda fazeres exercícios.

Faz curtos intervalos

Quantidade não é qualidade. Vários estudos já levaram a concluir que é preferir estudar durante curtos períodos de tempo do que horas a fio. Os períodos de tempo de estudo variam de 20 a 40 minutos. Cada aluno deve começar a perceber o que é que, para o seu caso específico, lhe resulta mais e depois fazer pequenas pausas (5 a 10 minutos), durante as quais não deve ver televisão ou jogar computador, para que a pausa seja de facto pequena e não se perca a concentração no estudo.

Puxa pela criatividade

Acentua o que precisas de saber. Podes usar canetas fluorescentes de diversas cores, por exemplo.

Faz esquemas e resumos da matéria

Enquanto os estás a fazer consegues memorizar muita matéria. Para além disso estás também a utilizar a memória visual.

Onde estudar  ?          

Escolhe um lugar que sirva para estudares. Para a maioria dos alunos, é necessário um lugar tranquilo, com pouca distracção, como uma biblioteca ou um pequeno café. Mas somos todos diferentes e o que resulta para uns não funciona para outros.

Quando ?

Em que momento do dia gostas mais de estudar ? Mais uma vez isso varia de pessoa para pessoa. Enquanto que alguns preferem levantar-se muito cedo e aproveitar o fresco da manhã, outros descansam durante o dia e optam por estudar noite adentro. O importante é assegura, quer o estudo, quer as horas de descanso.

Faz exercícios

Pratica muito. O mais que te for possível,  respondendo a perguntas que saíram em exames dos anos anteriores.  

Cautela com o estudo em grupo

Estudar com colegas  pode ser um meio para te sentires acompanhado, mas cuidado ! Muitas vezes o que acontece é que nem todos os elementos do grupo estão motivados para o estudo e acabam por perder muito tempo na brincadeira. É preferível  estudares sozinho e depois reunirem-se todos para tirar dúvidas.

Usa o que as tecnologias têm de positivo

Sentes-te sozinho e começas a ficar desmotivado. Há sempre a possibilidade de enviares um whatsapp, ou meteres conversa via Messenger com um colega. Por vezes basta perceber que existem mais pessoas na mesma situação que nós para nos sentirmos mais “confortados” e, por conseguinte, mais motivados.

Descansa, alimenta-te e exercita-te  

Durante os exames necessitas de descansar o suficiente para poderes dar o teu máximo rendimento cognitivo. Por isso não te sintas culpado por gastar tempo livre a fazer atividades que não estejam directamente relacionadas com os exames. Para além de dormir as horas necessárias,  alimenta-te bem e continua a praticar desporto.  Assim poderás diminuir a ansiedade e  aumentar a autoconfiança.

Memória curta vs longa duração

Perto dos exames não é um bom momento para começar a aprender grandes teorias ou conceitos, é provável que, se não os aprendeste até aí,  seja tarde demais para o fazeres.  Agora é altura para aumentares a  memória de curto prazo com estratégias e fatos que saíram nos exames anteriores, por forma a reforçares a  compreensão mais ampla.

(para a semana …. No dia do exame ! )

%d bloggers like this: